Tecnologia da Informação e Comunicação

Drupal 7 em português do Brasil via Drush

Instalar o Drupal via Drush agilizada muito, mas falta alguns coisas para iniciar o projeto um tanto mais redondo e um deles é deixar o idioma já configurado no pt-br e reduzir alguns cliques no pós-instalação pelo painel web.

É necessário instalar o módulo Drush Language Commands. Segue abaixo a sequência de comandos:

drush dl drush_language l10n_update -y
drush en locale -y
drush language-add pt-br -y
drush language-enable pt-br -y
drush language-default pt-br -y
wget https://ftp.drupal.org/files/translations/7.x/drupal/drupal-7.58.pt-br.po
drush language-import pt-br drupal-7.58.pt-br.po
drush cron && drush cc all -y && drush st

Referência usada:

Padrão
Tecnologia da Informação e Comunicação

Instalando Drupal com Drush

No dia a dia o Drush agiliza muito o trabalho com Drupal. Para instalar um site novo eu uso os comandos

drush dl drupal
mv drupal-* emeagwali; cd $_
drush si standard --account-name=philip --account-pass=afrotech \
--db-url=mysql://emeagwali:suasenha@localhost/emeagwali --account-mail="contato@nkosi.tld" \
--site-name="Emeagwali.Lab" -y

Importante ter um banco de dados previamente criado, assim como os dados de acesso para o mesmo.

Troque as informações de exemplos pelas reais de seu projeto.

Referências utilizadas:

 

Padrão
Tecnologia da Informação e Comunicação

Drupal – Pegando nome de termo de taxonomia

Por padrão template node.tpl.php traz todos os campos do Tipo do Conteúdo, mas surgiu uma demanda de pegar somente o valor de um campo e em texto puro e esse campo é do tipo Referência de Termo e contém somente uma informação e ficou assim:

 <?php
 $code = $field_codigo[0]['taxonomy_term']->name;
 print $code;
 ?>

Altere field_codigo para o nome do campo que você deseja utilizar.

Padrão
Tecnologia da Informação e Comunicação

Drupal – fechado comentários

Por padrão o Drupal vem com o módulos comentário ativado e para os casos que não é desejado remover os comentários já publicados, mas evitar que os novos conteúdos aceitem comentários a solução é entrar em Administração > Estrutura > Tipos de Conteúdo > No tipo de conteúdo desejado clique em editar > Configuração dos comentários > e em “Configuração padrão de comentários para novo conteúdo” deixe em Fechado.

Padrão
Sem categoria

Ajustes no KDE Neon

Estou usando o KDE Neon alguns dias e quero compartilhar mais algumas dicas.

Com a mudança para tema escuro no KDE as aplicações que utilizam GTK ficaram um pouco estranhas. Pude ajustar indo em K > Aplicativos > Configurações > Configurações do Sistema > Aparência > Estilo dos aplicativos > Estilo dos aplicativos GNOME/GTK e alterar para Breeze-Dark em Selecione um tema GTK2 e Selecione um tema para GTK3 e em Tema de ícones para Breeze Dark.

Achei interessante a opção de Play e Stop quando a tela está bloqueada, às vezes precisa para o som e a pessoa sem acesso ao sistema não iria conseguir.

Precisei ajudar para escurecer o monitor depois de 10 minutos sem utilização e para isso fui em K > Aplicativos > Configurações > Configurações do Sistema > Hardware > Gerenciamento de energia > Economia de energia > e cliquei em Escurecer a tela.

 

Padrão
Tecnologia da Informação e Comunicação

Baixando vídeo do Youtube e convertendo para MP3 com youtube-dl

Com o youtube-dl é possível baixar vídeos do Youtube e também de outras plataformas de VOD (como VIMEO, por exemplo).

É possível instalar no Ubuntu pelo comando

apt install youtube-dl

Ou pelo gerenciador de programas gráfico de sua preferência.

Eu instalo de outra forma, assim:

sudo wget https://yt-dl.org/downloads/latest/youtube-dl -O /usr/local/bin/youtube-dl
sudo chmod a+rx /usr/local/bin/youtube-dl

Isso porque o Youtube muda regras da API e nem sempre a versão distribuída no Ubuntu é atualizada na mesma velocidade e acaba rolando uns erros na hora deixar baixar o vídeo.

Para baixar um vídeo é só digitar no terminal youtube-dl + url do vídeo, tipo assim

youtube-dl https://www.youtube.com/watch?v=SZDmuHSqwtg

Por padrão será baixado a versão de maior qualidade, mas é possível mudar esse padrão e outros, basta consultar manual com o comando –help.

Para baixar um vídeo e já convertê-lo em mp3 eu uso os parâmetros -x –audio-format mp3

youtube-dl -x --audio-format mp3 https://www.youtube.com/watch?v=SZDmuHSqwtg

Para não ter que digitar tudo isso toda vez eu crio um alias no bash, ficando no final do arquivo ~/.bashrc a linha alias mp3=’/usr/local/bin/youtube-dl -x –audio-format mp3′

E depois eu só digito no terminal mp3 + url

Padrão
Sem categoria

Okular padrão no Firefox

Meu sistema estava com o GIMP como padrão para abrir arquivos PDF no Firefox. Para alterar isso eu rodei o comando:

xdg-mime default okularApplication_pdf.desktop application/pdf

para saber qual é o programa configurado como padrão rode o comando

xdg-mime query default application/pdf

Os ajustes ficam gravados no arquivo ~/.local/share/applications/mimeapps.list

Outras opções para alterar diretamente no Firefox o programa padrão

https://support.mozilla.org/pt-BR/questions/1084109https://support.mozilla.org/en-US/kb/applications-panel-set-how-firefox-handles-files

https://support.mozilla.org/pt-BR/questions/1084109

Padrão
Sem categoria

Usando KDE Neon

Tenho notebook Dell Inspiron 15R (5537) que comprei em 2014 e resolvi dá um upgrade nele colocando um SSD de 120G. É uma máquina de configuração boa, mas sempre achei ela lenta para o que o hardware dizia fazer (um I7 com 16 de RAM).

Comprei um SSD Plus SanDisk de 120G por 250,00, isso numa loja em Campinas.

Aproveitando que troquei o disco do computador, resolvi trocar a distribuição Linux de Kubuntu para KDE Neon. Vi um vídeo interessante do DioLinux e resolvi testar essa distro. Sempre usei o KDE, desde que comecei usar Linux com Conectiva. Até tentei usar outras interfaces, mas não gostei delas. Quando usava Debian era sempre uma versão muito antiga do KDE e mesmo usando Fedora ou OpenSuse não era algo tão recente assim. Kubuntu também não é a versão mais recente. Por isso resolvi usar uma distribuição feita pelo próprio KDE e baseado em Ubuntu 16.04 (que era a base que eu já utilizava no Kubuntu).

A instalação foi bem rápida, assim como o arranque pós-instalação. Quando comecei a copiar arquivos do disco externo para o novo disco rolou uma frustração, pois não foi tão rápido como eu pensei. Mesmo assim finalizei as primeiras cópias que precisava. Hoje o computador não estava com toda a performance que pensei que teria, mas aí lembrei do sistema de indexação do KDE que consome muito o processamento da máquina. Então fui em Aplicativos > Configurações > Configurações do Sistema > Pesquisa > Pesquisa de Arquivos  e desmarquei “Ativar a Pesquisa de Arquivos” e isso melhorou consideravelmente o funcionamento do sistema como um todo. Para ter uma ideia, havia momento que o sistema congelava quando estava copiando arquivos.

Troquei o tema para Breeze Dark e gostei bastante da folga na vista. Como gosto de usar o Mozilla Firefox no uso diária, seja navegação ou desenvolvimento, percebi que a alteração do tema para dark no sistema afetou as cores das fontes e então resolvi deixar ele com tema escuro também. Fiz isso indo em Extensões > Temas > e cliquei em Habilitar na opção escuro. Isso não resolveu o problema no Youtube, mas gostei da apareça. Para resolver o problema no Youtube eu fui em Preferências do site e ativei o Tema Escuro (isso funciona mesmo deslogado) e tive que reiniciar o Firefox para efetivar as alterações. Agora sim 🙂

Usei o Discover para instalar novos programas e não gostei muito, achei meio confuso saber o que ele estava realmente fazendo. Então fiz algumas instalações por ele e outras pelo terminal mesmo.

No Kubuntu comecei a usar o KDE Connect, que é uma solução bacana para integrar o smartphone com o computador (quando ambos estão na mesma rede). Funcionava muito bem no Kubuntu, mas no KDE Neon simplesmente não funcionou 🙁

Vou seguir testando o KDE Neon e ir postando as experiência com ele por aqui.

 

Padrão
Sem categoria

Drupal 7 – Ocultando campo em node.tpl.php

É possível escolher quais campos devem aparecer em Gerenciar Exibição, isso em Estrutura > Tipos de Conteúdo > selecionando o Tipo de Conteúdo. Mas isso impede que você utiliza o campo de outras formas dentro da página de template.

Uma sugestão é ocultar esse campo dentro do arquivo node.tpl.php e fiz isso com o código

<?php
hide($content['field_idade']); 
?>
Padrão