Codec livre para vídeo e as empresas gigantes de entretenimento

Em 2009 o navegador web Mozilla Firefox deu um boom! e segundo alguns sites ele assumiu o primeiro lugar de navegadores utilizados no mundo. Ali já apresentava uma dúvida de qual seria o formato padrão de vídeo. O mais contado era o OGV.

No mesmo ano a Mozilla financiou em 30 mil dólares a iniciativa Open Video Alliance, uma iniciativa de divulgação de ferramentas e formatos livres e abertos pelo mundo e que também teve várias ações pelo Brasil através da Aliança do Video Livre.

Em 2010 a Wikipedia também iniciou uma campanha de utilização de formatos livres para vídeo em sua plataforma.

No final do ano passado as empresas Amazon, Cisco, Google, Intel Corporation, Microsoft, Mozilla e Netflix se uniram para desenvolver futuros formatos, codecs e formatos de mídias com grande qualidade e sem royalties, nasce então a Alliance for Open Media.

Há vários formatos de vídeos ganhando destaques hoje, como o HEVC, Daala, Thor e VP10. O novo codec será algum deles ou misto deles?

Um formato livre e sem royalties é bom tanto para as empresas de conteúdos como as de hardware e hospedagens, oferecendo melhor desempenhos e redução de custos.

Bem, para unir tantas empresas assim é sinal que logo logo teremos novidades aê e o bacana que já há acordo enquanto a licença: Apache 2.0 License.

Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.