SPIP, um CMS Livre

Desde 2004 que eu trabalho com o SPIP, conheci ele na época que fui trabalhar na redação do Planeta Porto Alegre, que estavam com a meta de migrar do CMS Publique! (uma solução proprietário de CMS desenvolvido no Brasil).

O SPIP tem seu núcleo forte de desenvolvimento na França e é muito utilizado por movimentos sociais pela América-latina, África e Europa.

Por padrão ele requer para seu funcionamento PHP e MySQL (SQLite também).

De fácil instalado, e totalmente pela web, e desde a instalação já vem com suporte há 45 idiomas (o que inclui também após a instalação na interface privada e pública), e já vem localizado para português do Brasil. Tem suporte padrão há multi-idioma pro conteúdo publicado.

Na instalação padrão já vem com inúmeros recursos, só para citar alguns:

  • várias formas de URLs limpas;
  • RSS no site todos e por seções;
  • Permissões granulares;
  • Espaço comentários;
  • Fórum internos para redatores;
  • Tratamento de imagem (por netpbm, GD ou imagemagick);
  • solução para backup e restauração do mesmo;
  • estatísticas de visitas;
  • sindicação de rss.

Pela própria interface administrativa é possível instalar mais recursos.

Agora, a cereja do bola é a facilidade de customização do template. Já trabalhei com vários CMS, mas nenhum me ofereceu total flexibilidade para aplicar qualquer desenho. As sintaxes são bem simples e de forma bem versátil conseguem abranger toda a dinâmica de um site simples ou complexo.

Mais informações

Página do Projeto
http://www.spip.net/

contribuições da comunidade
http://www.spip-contrib.net/

Sintaxe do spip
http://programmer.spip.org/
http://www.spip.net/@?lang=en

dicas em inglês
http://my.opera.com/tech-nova/blog/

Padrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.